Sexta-feira, 28 de Janeiro de 2011

...

16ª edição - ano III - Janeiro de 2011

 

Olá, amigos! Bem-vindos!

 

Mais um ano começa, e com ele, a perspectiva de novos projetos e novas realizações. Mas mesmo que os novos projetos sejam ainda os velhos e as novas realizações meras utopias, seguiremos em frente em nosso vício de sonhar, amar e fazer arte. Pois nós, os artistas, já nascemos velhos e cansados do mundo. Já nascemos sabendo de tudo. E o que nos cabe durante a vida é ir rejuvenescendo e esquecendo o que se sabe, até que estejamos puros novamente.

  

Um forte abraço!

  

_________________________________________________________________________________

  

Liberdade

 

Transeunte

 

Fugir à lógica

Fugir à lógica biológica

Criar novas pernas – mitológicas

                        Para os caminhos novos.

 

Desescravizar-se dessa débil dialética

                        Dessa prisão estética

Florescer asas proféticas

Se livrar do velho novo.

 

Escapar aos costumes

Costumes com fronteiras pobres

                        Que separam as horas

                        Que criam o ano novo, o homem velho

                        Que terminam à noite quando o dia não vem.

 

Apagar as linhas dessa forca

Construída segundo a segundo.

 

[  Max Heleno  ]

 

_________________________________________________________________________________

 

 

Velório   -  [  Texto e Arte - Marcelo Souza  ]

 

 

Velorio 01

 

Velorio 02

 

Velorio 03

 

Velorio 04

 

Velorio 05

 

_________________________________________________________________________________

 

  

Antimusa

 

mulher_ao_sol Trat

 

Mayara não era tão clara

Tão pouco de olhos serenos

Mayara mesmo declara:

Mayara de grande desejo

E amor pequeno

 

Mayara não era tão bela

Nem santa, carinho tão magro!

Mayara fogo atiçado

Mayara toda pecado

Mayara somente veneno!

 

[  Luiz França  ]

 

_________________________________________________________________________________

 

 

publicado por Interseção às 20:16

link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De Toninho Moura a 31 de Janeiro de 2011 às 23:36
Mais uma vez o equilíbrio e a coesão do blog valorizando a beleza dos posts. Longa vida ao Interseção!
De Interseção a 4 de Fevereiro de 2011 às 19:27
Valeu, Toninho!

Como sempre, é um prazer termos a sua companhia por aqui.

E que em 2011 continuemos fortes em nossas lutas blogueiras!

Um grande e fraterno abraço!
Marcelo

Comentar post

visitantes

Contador de visitas

Quem somos

a gênese(1)

luiz frança(1)

marcelo souza(1)

máximo heleno(1)

todas as tags

Edições anteriores

Dezembro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009